sábado, 8 de junho de 2013

Nunca vi rastro de cobra, nem couro de lobisomem.. se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, porque eu sou é HOMEM!

  ''quando eu estava pra nascer, de vez em quanto eu ouvia, eu ouvia minha mãe dizer: Ai meu Deus como eu queria, que esse cabra fosse homem, cabra macho pra danar! Ah mamãe aqui estou eu, mamãe aqui estou eu.. sou homem com H!''  É com esse refrão de uma música interpretada por ele, que eu falo de Ney Matogrosso. Ney se descreve como um ator que canta, e quem o vê ao vivo percebe a grande capacidade que ele tem de atuar. O Ney no palco é um personagem que nunca se viu antes: Uma coisa fervorosa, leve e sagas ao mesmo tempo e um rebolado que te contagia! Todos viram homossexuais e felizes em um show dele.
 Eu fui em três shows de Ney: ''Inclassificáveis'' (2009), ''Beijo bandido'' (2012) e ''Atento aos sinais'' (2013) e os três são completamente diferentes! O Inclassificáveis, foi o melhor que já fui! O figurino do cantor era uma segunda pede bem justa, com várias pequenas lantejoulas brilhosas costuradas uma a uma, que ele usava com jóias, penas e uma máscara que cobria a cabeça. Em um certo momento do show, Ney se deita em um sofá posicionado no meio do palco e em uma espécie de ritual, troca de pele como se fosse uma cobra e continua o show com uma pele toda tatuada e apetrechos pendurados. Ney corre sobre a platéia, faz gestos sexuais, tem contato quente com o público e fecha o espetáculo cantando o clássico de Cazuza ''Pro dia nascer feliz''.
 Em ''Beijo bandido'', Ney já aparece mais discreto, vestindo um terno cinza com gravata preta e já não dança e nem se movimenta mais como antes. A setlist do show também muda completamente, com músicas inéditas, até o público ir ao delírio com ''mulher sem razão''.
 O show Atento aos sinais foi marcante pra mim pela história engraçada que passei pra chegar até esse show. Foi um sacrifício, que eu contarei em outro post. Ney aparece com roupas exóticas em tons escuros. Uma bota longa preta e uma maquiagem que realçava seus olhares articulados.
  Contei? Fui ao hotel Meliá, onde Ney estava hospedado, para falar com ele e entregar um desenho. Como fui sozinho, não pude tirar fotos bem tiradas do momento com meu celular, até porque a pressa do cantor não deixava. Depois de esperar 3 horas no saguão do hotel, Ney desce apressado com seus seguranças e produtores, sem tempo pra tirar fotos e nem nada disso. Entreguei o desenho, e de dentro do carro ele agradeceu e foi em bora para o Ullysses Guimarães, onde seria o show. Fui pra casa com a velha e boa sensação de missão cumprida!
 Antes de uma carreira solo, Ney cantava no grupo ''secos e molhados'', que tem músicas de protestos e poesias emocionantes, que eu sempre recomendo também!

Ney, no show ''Inclassificáveis'' de 2009


Ney no show ''Atento aos sinais'' no inicio desse ano









Pra quem tiver interesse em ouvir mais músicas de Ney, postarei alguns links dos meus clássicos favoritos que eu recomendo sempre: 


E se você quiser saber mais sobre a pessoa Ney Matogrosso e sua história, tem aqui uma entrevista ótima dele com Marília Gabriela, onde a entrevista entra nos assuntos mais polêmicos da vida do cantor:http://www.youtube.com/watch?v=hgQPLlfuEsw

Nenhum comentário:

Postar um comentário